Grupo de Estudo sobre Violência e Gestão de Conflitos

Relatórios de pesquisa

Segurança Pública e Encarceramento no Brasil: articulações e tensões entre políticas e práticas

Responsável técnica: Profa. Dra. Jacqueline Sinhoretto A pesquisa investigou as articulações, tensões e correlações entre o sistema de segurança pública e assuntos penitenciários no Brasil, por meio da análise de dados quantitativos secundários dos 27 estados do Brasil e de pesquisa qualitativa em 3 estados (São Paulo, Minas Gerais e Pernambuco). A pesquisa qualitativa envolveu […]

Direitos e Garantias Fundamentais: Audiência de Custódia, Prisão Provisória e Medidas Cautelares: Obstáculos Institucionais e Ideológicos à Efetivação da Liberdade como Regrae Custódia, Prisão Provisória e Medidas Cautelares: Obstáculos Institucionais e Ideológicos à Efetivação da Liberdade como Regra

Autor(es)/Pesquisador(es): Rodrigo Ghiringhelli de Azevedo, Jacqueline Sinhoretto, Renato Sérgio de Lima, Ana Cláudia Cifali, Carolina Costa Ferreira, Christiane Russomano Freire, Giane Silvestre, Maria Carolina Schlittler, Maria Clara D’Ávila, Mariana Barrêto Nóbrega de Lucena, Fernanda Koch Carlan, Laura Gigante Albuquerque, Laura Goulart, Osmar Pelusso, Pedro Dalosto, Tamires Garcia, Patrícia Nogueira Pröglhöf A pesquisa foi realizada a […]

Mapa do Encarceramento: os jovens do Brasil

Esta publicação foi elaborada no âmbito do projeto de cooperação técnica BRA/12/018
– Desenvolvimento de Metodologias de Articulação e Gestão de Políticas Públicas para
Promoção da Democracia Participativa, entre a Secretaria-Geral da Presidência da
República e o PNUD. Os autores são responsáveis pela escolha e pela apresentação dos
fatos contidos no documento, bem como pelas opiniões nele expressas. As indicações
de nomes e a apresentação do material ao longo desta publicação não implicam a
manifestação de qualquer opinião por parte do PNUD a respeito da condição jurídica de
qualquer país, território, cidade, região ou de suas autoridades, tão pouco da delimitação
de suas fronteiras ou limites.”

Desigualdade Racial e Segurança Pública em São Paulo: Letalidade policial e prisões em flagrante .

A pesquisa “Desigualdade racial e segurança
pública em São Paulo: letalidade policial e prisões em
flagrante” foi desenvolvida pelo Grupo de Estudos sobre
Violência e Administração de Conflitos da Universidade
Federal de São Carlos (GEVAC/UFSCar), coordenado pela
Profa. Dra. Jacqueline Sinhoretto, no âmbito do programa
de pesquisa “Segurança pública e relações raciais”.
Outros estudos sobre a temática vêm sendo
desenvolvidos neste programa, inclusive em pareceria
com outros estados brasileiros*

Justiça restaurativa e mediação: relatório de pesquisa

“Justiça Restaurativa e Mediação: experiências inovadoras de administração institucional de conflitos em São Paulo”, realizado por Jacqueline Sinhoretto, Juliana Tonche e Áudria Ozores em 2012. É parte de uma pesquisa que fizemos junto ao INCT–InEAC com financiamento do Ministério da Justiça / Secretaria da Reforma do Judiciário. O objetivo foi analisar a institucionalização e o […]

Mapa do Encarceramento: os jovens do Brasil

.
A análise mostra o crescimento do número de presos no país, com análises por idade, cor/raça e gênero, por Estados .

Desigualdade e segurança pública em São Paulo: letalidade policial e prisões em flagrante.

SINHORETTO, J., SILVESTRE, G., SCHLITTLER, M.C. “Desigualdade e segurança pública em São Paulo: letalidade policial e prisões em flagrante”. Sumário Executivo. 2014.

A filtragem racial na seleção policial de suspeitos: segurança pública e relações raciais.

SINHORETTO, J et al. A filtragem racial na seleção policial de suspeitos: segurança pública e relações raciais. Relatório final de pesquisa. Ministério da Justiça-SENASP/UFSCar, 2013. 347p

A filtragem racial na seleção policial de suspeitos: segurança pública e relações raciais

SINHORETTO, J. et al. A filtragem racial na seleção policial de suspeitos: segurança pública e relações raciais. Figueiredo, I. Segurança pública e direitos humanos: temas transversais. Brasil: Ministério da Justiça /SENASP, 2014, p. 121-159. (Col. Pensando a segurança pública, v.5)

Desenvolvido por GEVAC. All Rights Reserved ©