Grupo de Estudo sobre Violência e Gestão de Conflitos

artigos

Caminho sem volta? Faces da expansão do PCC a Minas Gerais

Autoras: Thais Lemos Duarte e Isabela Cristina Alves de Araújo Com base nos recursos analíticos empregados pela literatura a respeito das faces bélica, empresarial e fraternal sobre a organização criminal do Primeiro Comando da Capital (PCC), este artigo analisa distintos relatos sobre o grupo em sua expansão por Minas Gerais. São analisadas perspectivas de funcionários […]

PCC em pauta: Narrativas jornalísticas sobre a expansão do grupo pelo Brasil

Autoras: Thais Lemos Duarte, Isabela Cristina Aves de Araújo A expansão do Primeiro Comando da Capital pelo país não foi suficientemente considerada nos estudos acadêmicos sobre o tema, tampouco foram examinados os efeitos da atuação do grupo no território mineiro. Embasando-se na concepção de Misse (1999, 2008) sobre acumulação social da violência, a proposta do texto […]

Presenças perversas, audiências ostensivas: políticas e serviços no dispositivo prisional brasileiro

Autor: Felipe Athayde Lins de Melo O trabalho busca descrever características que marcam a gestão prisional no Brasil e suas interfaces com algumas políticas públicas, tendo como premissa inicial que a prisão, segundo a legislação penal brasileira e os arranjos normativos internacionais, deve ser compreendida deve estar articulada a um complexo mais amplo de políticas […]

A doutrina da ROTA: o ethos do “Policial de ROTA”

Autor: Henrique de Linica dos Santos Macedo Este artigo tem como objetivo apresentar a doutrina das Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar (ROTA), destacando a moralidade nela descrita e imposta. A “Doutrina de ROTA”, categoria nativa dos sujeitos da pesquisa, carrega em si uma série de histórias e prescrições morais que orientam as práticas profissionais e pessoais […]

Reformar a justiça pelas margens: um estudo da gestão estatal de conflitos

O artigo analisa a emergência e o desenvolvimento de um projeto de reforma da justiça que apareceu no final dos anos 1980, no estado de São Paulo, com a intenção de democratizar a justiça: os Centros de Integração da Cidadania (CIC). Mediante o recorte empírico, o estudo aborda a gestão estatal dos conflitos em diferentes instituições, que mobilizam formas e saberes teóricos e práticos …

O sistema de justiça criminal na perspectiva da antropologia e da sociologia

Trata-se de uma revisão bibliográ?ca de artigos publicados entre 2012 e 2017 sobre justiça criminal no Brasil, em revistas A1 e A2das áreas de sociologia e antropologia (listadas pelo Qualis Capes)3, e de teses de doutorado defendidas no período nos programas de sociologia e antropologia.

Encarceramento em massa e a tragédia prisional brasileira

SILVESTRE,Giane e Felipe Athayde Lins de ,Melo. Encarceramento em massa e a tragédia prisional
brasileira, IBCRIM Boletim – 293 – Abril/2017

Perfil racial en la seguridad pública en Brasil

SINHORETTO, J.. Perfil racial en la seguridad pública en Brasil. In: Jose Vicente Tavares dos Santos; César Barreira. (Org.). Paradoxos da segurança cidadã. 1ed.Porto Alegre: CLACSO/Tomo editorial, 2016, v. 1, p. 439-452.

O encarceramento em massa em São Paulo

SINHORETTO, JACQUELINE; SILVESTRE, GIANE ; MELO, FELIPE ATHAYDE LINS DE . O encarceramento em massa em São Paulo. Tempo Social (USP. Impresso), v. 25, p. 83-106, 2013.

État, marchés et crime : une étude sur la Commission parlementaire d’enquête sur le narcotrafic au Brésil

SINHORETTO, J.. État, marchés et crime : une étude sur la Commission parlementaire d’enquête sur le narcotrafic au Brésil. L’Ordinaire des Amériques, v. 216, p. 1234, 2014.

Desenvolvido por GEVAC. All Rights Reserved ©